Home

 

A Fundação Amélia da Silva de Mello foi instituída em outubro de 1964 por iniciativa de D. Manuel de Mello, genro de Alfredo da Silva, em homenagem à sua mulher, para dar continuidade e reforçar a obra social do Grupo CUF.

Os fins a que a Fundação se propôs prosseguir, desde o início da sua atividade, centram-se na atribuição de subsídios a instituições de investigação científica aplicada à indústria, ou ao progresso das ciências médicas, para além da atribuição de bolsas de estudo.

Desde o primeiro momento até à atualidade, as receitas da Fundação consistem nos rendimentos dos bens do seu património ou de serviços prestados, de donativos e subsídios, heranças, legados ou doações.

O atual património da Fundação é constituído predominantemente por aplicações financeiras privilegiando-se, por vontade do instituidor, empresas que integrem o universo de participações dos Grupos desenvolvidos depois de 1974 pelos sucessores de D. Manuel de Mello.